Hannibal/EFE
Hannibal/EFE

Bolt e Gay vencem baterias e avançam no Mundial

Os dois não precisaram fazer grande esforço para vencer suas baterias; brasileiros foram eliminados

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2009 | 09h03

O jamaicano Usain Bolt e o norte-americano Tyson Gay não tiveram problemas para alcançar as quartas de final das eliminatórias dos 100 metros rasos do Mundial de Atletismo de Berlim, que começou neste sábado.

Veja também:

link Russo conquista primeiro ouro do Mundial de Berlim

especialMUNDIAL - Leia todas as notícias do torneio

forum QUIZ - Participe do teste sobre o Mundial

tabela CALENDÁRIO - Todos os eventos e horários

Campeão olímpico e recordista mundial, Bolt venceu a sua eliminatória com folga apesar de marcar o tempo de 10s20, bem distante do 9s69 registrados nos Jogos de Pequim, quando quebrou o recorde mundial. O jamaicano reduziu bastante o ritmo ao final da prova visando a sequência da eliminatória, ainda neste sábado.

Gay também não precisou fazer grande esforço para vencer a sua bateria e fazer o melhor tempo da rodada. Marcou 10s16, longe do seu tempo de 9s77, o melhor do ano até o momento. "Fui um pouco displicente. Tive que correr com segurança. Me senti bem, não queria gastar muita energia", explicou Gay.

O confronto dos dois velocistas, que ainda precisam assegurar vaga na final de domingo, é o mais esperado da competição. Bolt foi campeão olímpicos nos Jogos de Pequim nos 100 e nos 200 metros, ambos com recorde mundial. Já Gay venceu as duas provas no último Mundial, em 2007.

O ex-recordista Asafa Powell corre por fora nesta briga, depois de decepcionar na China e mostrar poucos resultados em 2009. Neste sábado, foi o terceiro colocado em sua bateria, com o tempo de 10s38, mas avançou à próxima rodada. Outro candidato à medalha é o britânico Dwain Chambers, que fez o segundo tempo das eliminatórias, 10s18, atrás apenas de Gay.

Já o brasileiros não conseguiram acompanhar o ritmo dos favoritos e foram eliminados da disputa. Basílio de Moraes marcou 10s54 e foi apenas o sexto colocado em sua bateria. José Carlos Moreira fez o quinto tempo, com 10s55, correndo ao lado de Bolt.

Vicente Lenílson desistiu da prova ainda na sexta-feira por causa de dores na perna. O velocista preferiu se poupar para integrar a equipe brasileira do revezamento 4 x 100 metros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.