Emilio Naranjo/EFE
Emilio Naranjo/EFE

Bolt vence eliminatória dos 100m; Brasileiro é eliminado

O recordista mundial cravou 10s10. Nilson André fechou a prova com 10s54 e está fora do mundial

AE, Agência Estado

27 de agosto de 2011 | 10h44

DAEGU - O jamaicano Usain Bolt não precisou acelerar mais do que metade da pista para vencer, com sobras, a sua bateria nas eliminatórias dos 100 metros, neste sábado, em Daegu, no primeiro dia de disputa do Mundial de Atletismo. Depois, só comemorou a vitória com folga. O recordista mundial foi, mesmo assim, o mais rápido das classificatórias, indo às semifinais com o tempo de 10s10. Também jamaicano, Yohan Blake ficou logo atrás, com 10s12.

O brasileiro Nilson André correu a mesma bateria de Bolt e não foi bem. O atleta que tem 10s18 como melhor marca do ano, apesar de correr em uma bateria forte, fechou a prova em 10s54 e está fora das semifinais. Acabou com o 34.º melhor tempo, a dez posições da semifinal. Tivesse repetido os 10s18 que fez em maio, passaria em quinto no geral.

Outra brasileira que correu nesta noite na Coreia do Sul (manhã no Brasil) foi Geisa Aparecida Coutinho, nos 400m. Ela disputou a primeira bateria das eliminatórias, desacelerou no final, acreditando que estava entre as quatro primeiras, acabou em quinto, mas avançou à semifinal pelo índice técnico, com 52s15.

Todas as seis medalhas distribuídas no Mundial até aqui foram para o Quênia. Depois de compor todo o pódio da maratona, as quenianas conquistaram também ouro, prata e bronze nos 10.000 metros. A vitória ficou com Vivian Cheruiyot, que já havia sido campeã em Daegu. A prata foi de Sally Kipyego, com o bronze para Linet Chepkwemoi Masai. A quarta colocada, Priscah Jepleting Cherono, também é do Quênia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.