Antonio Bat/EFE
Antonio Bat/EFE

Bolt volta a correr 100 metros após fracasso no Mundial

Velocista quer retomar a hegemonia na prova depois de queimar largada em Daegu

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 16h20

ZAGREB - Duas semanas após queimar a largada da final dos 100 metros no Mundial de Atletismo de Daegu, o homem mais rápido do mundo, Usain Bolt, tem a chance de mostrar que, apesar do tropeço, pode retormar a soberania nesta prova. Nesta terça-feira, ele vai participar do Meeting de Zagreb, na Croácia, em busca da redenção.

"Vejo esta prova como uma oportunidade de corrigir o que deu errado no Mundial, estou esperançoso", disse Bolt, em entrevista coletiva nesta segunda-feira. "Venho aqui para dar o meu melhor, para tentar correr rápido. Perdi a chance no Mundial, e por isso quero ver quão rápido poderia ter sido. Todavia, me sinto bem. Estou bastante confiante e esperando o momento."

Na Croácia, Bolt terá como principais concorrentes o medalhista de bronze em Daegu, Kim Collins, de São Cristóvão e Névis, além de Justin Gatlin, dos Estados Unidos, e Richard Thompson, de Trinidad e Tobago.

O jamaicano tentará fazer sua primeira boa prova dos 100 metros no ano. Até aqui, sua melhor marca foi atingida em Monaco, no mês de julho, quando venceu a etapa da Diamond League com 9s88. Outros sete atletas já foram mais rápidos que ele em 2011. O recorde mundial foi batido por Bolt no Mundial de Berlim, em 2009, com o tempo de 9s58.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoUsain Bolt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.