Arquivo/AE
Arquivo/AE

Bolt voltará à China para disputar os 100 metros em Xangai

Jamaicano conquistou três medalhas de ouro na Olimpíada de Pequim; competição acontece em setembro

Gene Cherry, Reuters

25 de agosto de 2009 | 12h03

O campeão olímpico e mundial Usain Bolt voltará à China no mês que vêm para disputar os 100 metros em Xangai, informou seu empresário nesta terça-feira. A prova em 20 de setembro marcará a volta do jamaicano ao país pela primeira vez desde seu triunfo nos Jogos de Pequim de 2008, disse Ricky Simms por telefone.

O velocista de 23 anos também considera correr em 25 de setembro em Daegu, na Coreia do Sul. A cidade vai receber o próximo campeonato mundial de atletismo, em 2011. Um livro sobre a ascensão de Bolt até se tornar o homem mais rápido do mundo também está sendo negociado, acrescentou Simms.

"Estamos negociando há bastante tempo e acho que estamos perto de uma conclusão", disse o agente, acrescentando que ainda falta decidir o foco do livro, se contará a vida inteira de Bolt ou apenas o sucesso nos últimos anos. "Podem ser dois livros", disse Simms.

Bolt conquistou três medalhas de ouro nos Jogos de Pequim, com direito a recorde mundial nos 100 m e 200 m e no revezamento 4x100 m. Ele praticamente repetiu o feito no Mundial de Berlim deste mês.

O jamaicano brincalhão melhorou seu recorde nos 100m para 9s58 e baixou a marca dos 200m para 19s19 com atuações assombrosas na pista de Berlim. Ele também ajudou a Jamaica a vencer o revezamento 4x100 m.

Bolt vai completar sua temporada europeia correndo em Zurique e Bruxelas nos próximos dias. Ele enfrentará o compatriota e ex-recordista mundial Asafa Powell nos 100m em Zurique na sexta-feira. Ele ainda não decidiu qual prova vai correr em Bruxelas, em 4 de setembro, quando deve enfrentar o norte-americano Tyson Gay, disse Simms.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.