Bom Senso faz ação para mostrar união de jogadores

O Bom Senso FC programou para a 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste fim de semana, uma ação para registrar a união dos atletas a favor do movimento que reivindica melhores condições de trabalho nos gramados no País. "Será algum gesto para mostrar nossa união. Mas não haverá nada de camisa, que não pode por causa dos patrocinadores", conta uma pessoa ligada ao grupo.

GUSTAVO AGUIAR /, ESPECIAL PARA O ESTADO , O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2013 | 02h13

O gesto é mantido em segredo e deve ocorrer já nas partidas de hoje. "Será algo simples, mas que diz muito", explica a nota divulgada pelo movimento, que esclarece que o objetivo do grupo é negociar com as entidades e empresas envolvidas. De acordo com o grupo, 860 atletas apoiam as reivindicações e devem participar do ato.

O Bom Senso FC foi fundado em setembro por jogadores para reivindicar melhorias no futebol, entre elas, mudanças no calendário de 2014 e nas condições de trabalho. O movimento foi recebido pela CBF, que se reuniu na quinta com dirigentes para conversar a respeito dos pedidos feitos pelo grupo.

Punição. São Paulo e Corinthians podem ser punidos pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) em razão dos problemas ocorridos no Morumbi, no clássico de domingo passado. Ontem, os dois times foram denunciados e podem perder até dez mandos de campo. O julgamento será realizado na próxima semana.

Ontem, o Corinthians voltou a ser punido no Brasileirão por causa de confusões provocadas por sua torcida. Desta vez, o time perdeu um mando de campo em razão da garrafa arremessada contra o auxiliar Bruno Salgado Rizo, na partida contra a Portuguesa, no dia 29 de setembro, em Campo Grande.

Trata-se da quarta punição do tipo sofrida pelo time no ano. Se a sanção for confirmada após possível recurso do clube, ela já terá efeito na partida contra o Fluminense, no dia 10 de novembro, pela 33.ª rodada do campeonato. Com isso o time acumularia cinco perdas de mando de campo consecutivas. / COLABOROU FÁBIO HECICO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.