Botafogo confia na força de sua defesa

Botafogo confia na força de sua defesa

Time é o terceiro menos vazado da competição e técnico prevê que vai conseguir parar os Meninos da Vila

, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

Parar os embalados "Meninos da Vila" é o desafio do Botafogo, hoje, às 21 horas, no Estádio Santa Cruz. Apesar de respeitar o adversário, que já marcou 60 gols no ano, o técnico José Galli Neto aposta na força defensiva de sua equipe. O Botafogo tem a terceira melhor defesa da competição, com 14 gols sofridos.

Por isso, o técnico espera repetir os desempenhos contra Palmeiras e Corinthians, quando arrancou empates por um gol.

"Eles (o Santos) estão bem na competição, com um estilo de jogo difícil de se marcar. Precisamos ter tranquilidade e saber dar o bote na hora certa, para que não entremos no jogo deles. Precisamos nos impor também", ressaltou Galli.

Apesar da confiança na defesa e também do bom desempenho demonstrado pelo time ao longo da competição, o técnico tem uma preocupação: o pouco futebol demonstrado na derrota para o Paulista, em Jundiaí, no domingo.

O técnico cobrou do time mais aplicação e cuidado para evitar um novo tropeço, que pode acabar com os sonhos do time de chegar à semifinal, um castigo após ter conseguido se manter entre os quatro primeiros durante boa parte da competição.

O volante Rodrigo Pontes voltou a treinar com bola nesta semana e foi confirmado na equipe. Ele ficou fora do último jogo por suspensão e também por contusão. O lateral-direito Jonas é outro com retorno assegurado após cumprir suspensão. A única dúvida é em relação atacante Malaquias, recém-recuperado de lesão. Se não jogar, Ricardinho segue ao lado de William.

O apoio da torcida também será fundamental. A previsão é de que cerca de 15 mil torcedores estejam presente. O preço dos ingressos de arquibancada subiu para R$ 60, mas a diretoria liberou a meia-entrada para quem for ao estádio com a camisa do Botafogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.