Botafogo promete jogo duro com Atlético-MG

O técnico Joel Santana mandou ontem um recado para o Atlético-MG: o Botafogo é um visitante indigesto e vai tentar frear a reação do adversário hoje, às 18h30, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. A equipe carioca precisa vencer para seguir firme na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem.

, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2010 | 00h00

"O Botafogo é osso duro de roer. Não vai ser mole, não. Nosso time tem mania de jogar bem fora de casa. O adversário é difícil, somente com vitórias desse tipo vamos seguir crescendo na competição", disse Joel. "A vitória nos deixaria numa posição excelente, mas é preciso respeitar o Atlético-MG, um time número 1 que apenas vive um momento ruim, mas vem reagindo".

Na ponta de baixo da tabela, também haverá muita emoção. O Avaí recebe o Guarani, às 18h30, na Ressacada. As equipes lutam contra o rebaixamento e os donos da casa precisam vencer a qualquer custo. Estão em penúltimo lugar, com 30 pontos.

Os bugrinos estão apenas um ponto acima do grupo que abre a zona de risco, o Vitória, que tentará deixar a 17.ª posição com uma vitória sobre o Vasco, no Barradão. O clube carioca, com remotas chances tanto de chegar à Libertadores quanto de queda, joga apenas para terminar bem o torneio.

"Vamos tentar terminar na posição mais digna possível", disse o técnico Paulo Cesar Gusmão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.