Botafogo vira e vence Flu com gol impedido

Time faz 3 a 2, no Maracanã, chega à final da Taça Rio e pode ser campeão estadual já no próximo domingo

Sílvio Barsetti / RIO, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2010 | 00h00

Foi de virada que o Botafogo garantiu presença na final da Taça Rio ao derrotar o Fluminense por 3 a 2, ontem à noite, no Maracanã. O Alvinegro espera agora pelo vencedor do clássico entre Flamengo e Vasco, hoje, para saber quem será seu adversário. Se o time se sair melhor no próximo domingo, vai conquistar o título do Campeonato Carioca sem a necessidade dos dois jogos finais, pois já ganhou a Taça Guanabara (Primeiro Turno).

O Fluminense dominou o jogo no primeiro tempo e deu a impressão de que se classificaria, apesar do gol de Loco Abreu, aos 4 minutos, para o Botafogo. Pouco depois, num lance polêmico, o árbitro marcou pênalti quando a bola bateu no braço de Leandro Guerreiro. Fred, que voltava ao Fluminense após três semanas, pegou a bola com autoridade. Mas a cobrança bateu no traessão e o Tricolor desperdiçou o gol de empate.

Fred, porém se redimiu. Marcou aos 27, de cabeça, e virou para o Flu, aos 32. Até o fim do primeiro tempo, o Fluminense poderia ter definido o jogo. Perdeu várias oportunidades.

Joel Santana foi feliz ao fazer duas substituições decisivas no intervalo. Levou a campo Edno e Caio. O Botafogo passou a ter outra atitude, mais agressivo e encurralando o Fluminense. Fahel empatou numa falha da zaga tricolor. E, aos 26, Caio decretou a vitória em chute de fora da área. Herrera, impedido, atrapalhou o goleiro Rafael. Gol irregular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.