Boxe: De la Hoya e Mayweather, a luta do ano nos EUA

Oscar De La Hoya x Floyd Mayweather é forte candidata a ser indicada como a ?luta do ano?, marcado para 5 de maio, no ringue do MGM Hotel, em Las Vegas, Estados Unidos. Se Mayweather é apontado como o melhor lutador da atualidade pela conceituada revista The Ring, De La Hoya é um dos maiores nomes do boxe nos últimos dez anos. Os quase vinte mil ingressos foram vendidos em pouco mais de três horas na semana passada e US$ 19 milhões arrecadados, a maior bilheteria da história do boxe. O sistema pay-per-view espera negociar mais de 2 milhões de pontos a US$ 50 cada. Um novo recorde. Tudo vale para chamar a atenção. Mayweather chegou a levar uma galinha dentro de uma gaiola, referindo-se a De La Hoya. ?Ele não é o Garoto de Ouro. Trata-se da Galinha de Ouro.?Campeão olímpico em 1992, De La Hoya, aos 34 anos, já conquistou cinturões entre os superpenas, leves, meio-médios-ligeiros, meio-médios, médios-ligeiros e médios. Atualmente, o título dos médios-ligeiros do Conselho Mundial está em seu poder e soma 38 vitórias, com 30 nocautes, e 4 derrotas. Seu currículo apresenta triunfos diante de mitos como Julio Cesar Chavez (duas vezes), Pernel Whitaker e Hector Macho Camacho. Mayweather foi bronze na em Atlanta/1996. Como profissional, superou nomes importantes como Diego Corrales, Jose Luis Castillo, Arturo Gatti e Zab Judah. Aos 30 anos, seu cartel segue invicto após 37 vitórias e 24 nocautes. Ele é o campeão dos meio-médios-ligeiros do CMB.Os dois boxeadores passaram a última semana se provocando, tudo porque o pai de Mayweather, Floyd Sr., foi treinador de De La Hoya de 2000 até maio do ano passado. E pai e filho não se falavam. "Ele vai estar em um córner, mas não no seu", disse Mayweather, nesta quinta-feira, em Los Angeles, durante o tour de promoção do combate, que percorreu dez grandes cidades norte-americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.