Boxeador cubano pedirá asilo nos EUA

O pugilista cubano Juan Carlos Gómez, campeão mundial dos Cruzadores pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB), pedirá asilo político em Miami, nos Estados Unidos, segundo informou hoje à cadeia de TV Telemundo, o seu futuro treinador, Alejandro De La Torre. O treinador, que já trabalhou com Gómez em Cuba, disse que o pugilista pretende morar em Miami ou em Porto Rico. O lutador, que mora na Alemanha desde 94, quando desertou da equipe olímpica de Cuba, desembarcou sábado em Miami. Logo em seguida foi encaminhado para o Centro de Krome - para onde são levados imigrantes em situação irregular.De La Torre aposta que em pouco tempo, Gómez deverá se transformar numa das maiores atrações do boxe mundial. ?Ele pretende mudar de categoria e em seguida, estará pronto para enfrentar campeões como Evander Holyfield ou Lennox Lewis". Segundo De La Torre, Gómez ?sempre quis ser reconhecido nos Estados Unidos e lutar em lugares como Las Vegas e Madison Square Garden?, lembrou.Gómez, de 27 anos, chegou ao Aeroporto Internacional de Miami na madrugada de sábado, procedente de uma ilha do Caribe não revelada. Ele desembarcou acompanhado de seu preparador físico, o também cubano, Oscar Milián. No domingo Gómez teria uma luta contra o norte-americano James Thuner, em Hamburgo, na Alemanha, no seu primeiro combate já como peso-pesado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.