Boxeador das Filipinas derrota De La Hoya por nocaute técnico

Manny Pacquiao surpreende ao vencer o boxeador norte-americano no oitavo assalto em disputa em Las Vegas

Reuters

07 de dezembro de 2008 | 13h02

O boxeador Manny Pacquiao, das Filipinas, surpreendeu o dez vezes campeão mundial Oscar De La Hoya com um nocaute técnico no oitavo assalto no sábado, numa luta em que não se disputava o título da categoria. Depois de subir duas categorias de peso para seu primeiro combate como peso pesado, o campeão mundial peso leve da WBC dominou De La Hoya desde o início, desafiando o maior alcance do norte-americano e o atingindo com socos de esquerda no rosto. Claramente na dianteira nos primeiros rounds, Pacquiao levou De La Hoya contra as cordas e encaixou uma combinação de golpes nos sétimo e oitavo assaltos. Ao final deste último round, o treinador de De La Hoya fez sinal de que já tinha visto o suficiente e o juiz interrompeu a luta. "Desde o primeiro round eu sabia que tínhamos pego (De La Hoya)", disse Freddie Roach, treinador de Pacquiao. "Ele estava sem jogo de pernas, estava hesitante, estava abalado." Enquanto Pacquiao comemorava, De La Hoya atravessou o ringue até Roach. "Estou bem", disse. "Simplesmente perdi o jeito." Amplamente visto como o melhor lutador do mundo em uma categoria específica, Pacquiao ainda era a zebra na competição, já que De La Hoya tinha a seu favor o longo alcance de seus golpes e um potente jab de esquerda. Mas o jab do filipino pareceu ser melhor, mantendo De La Hoya à distância enquanto Pacquiao saltava e esperava aberturas para encaixar seus golpes de esquerda. "Eu percebi logo de cara que iria vencer esta luta", disse Pacquiao. "Eu controlei o combate. Consegui me defender do jab dele e acertar todas, e ele não encaixava nenhum soco."

Tudo o que sabemos sobre:
BoxeOscar De La Hoya

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.