Boxeador mexicano morre depois da luta

O boxeador mexicano Martín Sánchez, de 26 anos, morreu sábado, um dia depois de perder por nocaute a luta contra o russo Rustam Nugaev. O combate, pela categoria superligeiro, foi em Las Vegas. Sánchez foi nocauteado no nono assalto da luta. Ele estavasangrando pelo nariz e a boca, mas não parecia sofrer nenhuma lesão séria quando abandonou o ringue. De acordo com o Las Vegas Review-Journal, o diretor-executivo da Comissão Atlética de Nevada, Marc Ratner, disse que dois médicos, queexaminaram Sánchez depois da luta, concordaram que o mexicano estava bem. No entanto, pouco tempo depois perceberam que Sánchez caminhava de maneira estranha, por isso foi levado ao hospital e submetido a uma intervenção cirúrgica de emergência no cérebro, segundo o jornal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.