Boxeador morre após três dias de coma

O boxeador indonésio Mohamed Faridzi, de 23 anos, morreu depois de ter permanecido três dias em coma por causa de uma hemorragia cerebral, conseqüência dos golpes que recebeu na luta com o tailandês Kongtawat Ora em Bogor, Indonésia. Faridzi foi transferido para um hospital logo após ser nocauteado e chegou a sofrer uma cirurgia. O ex-campeão peso plumas da Indonésia, no entanto, não resistiu. Nos últimos dez anos, dez boxeadores indonésios morreram em combate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.