Boxeador sul-coreano tem morte cerebral confirmada

Choi Yo-sam estava internado desde 25 de dezembro, quando entrou em coma após uma luta no peso mosca

Reuters,

02 de janeiro de 2008 | 09h49

O boxeador sul-coreano Choi Yo-sam, que na última semana sofreu um derrame cerebral após vencer uma luta contra o indonésio Heri Amol, pela categoria mosca da OMB (Organização Mundial de Boxe), foi declarado em estado de morte cerebral nesta quarta-feira. Choi, que no dia 25 de dezembro defendeu seu cinturão no peso mosca, caiu na lona poucos segundos antes do final do último assalto, após receber um soco de direita de Amol. Ele se reergueu, mas voltou a cair após o final da luta - o sul-coreano foi levado ao hospital já em coma. O ocorrido com o sul-coreano voltou a colocar em dúvida o sistema de segurança dos boxeadores nos combates. A família de Choi pretende autorizar a doação de órgãos, segundo informou Han Bo-young, vice-presidente e secretário geral da Comissão de Boxe da Coréia do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
Boxemorte no esporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.