Marcelo Fernandes/Estadão
Marcelo Fernandes/Estadão

Brandonn recebe ouro e já mira novos recordes na natação

Atleta de 18 anos fica com o 1º lugar com erro de Thiago Pereira

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

17 de julho de 2015 | 20h57

Brandonn Almeida enfim colocou sua medalha de ouro no pescoço. Campeão dos 400 metros medley nos Jogos Pan-Americanos, prova em que Thiago Pereira chegou na frente mas foi desclassificado, o atleta só subiu no pódio nesta sexta-feira, em cerimônia realizada no Parque Aquático de Toronto.

"Isso só me dá mais motivação para eu continuar treinando forte para baixar minha marcar. Talvez eu consiga isso agora no Mundial Júnior", afirma o atleta, que vai priorizar o evento em Cingapura, em agosto.

Brandonn conta que ficou bastante ansioso para poder enfim segurar a medalha. "Passa um filme na cabeça desde quando comecei a nadar e quanto eu me esforcei para chegar até aqui", revela. "Contei com ajuda de muita gente e nossa equipe aqui em Toronto está bastante unida", continua.

No Pan de Toronto, ele ainda vai nadar os 1.500 metros. Ele espera mais uma vez marcar seu nome e ter um bom desempenho. "O Brasil tem uma boa geração de jovens nadadores. Sei que aumenta a responsabilidade pela medalha, mas sei lidar com isso e apenas preciso continuar treinando forte", diz o nadador de 18 anos.

Ele também tem um irmão, Bruce, que costuma ter bons resultados nas piscinas. "A gente sempre disputou de uma forma sadia e isso ajudou. No infantil e juvenil treinávamos juntos", conta. O nome dos dois surgiu por causa de um filme de Brandonn e Bruce Lee, filho e pai. "Minha mãe viu e gostou. Até tentei fazer artes marciais, como judô e tae kwon do, mas não deu muito certo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.