Daniel Ramalho/AGIF/COB/DIV
Daniel Ramalho/AGIF/COB/DIV

Brasil aposta em 'Magic Alexandra' para encarar Montenegro no handebol

Equipes se enfrentam nesta segunda-feira, às 15h30, pela segunda rodada dos Jogos Olímpicos

Paulo Favero - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

30 de julho de 2012 | 08h05

LONDRES - Nesta segunda, às 15h30, a missão será bastante complicada: enfrentar a seleção que tem como base o melhor time da Europa, uma espécie de Barcelona do handebol. Mas a seleção feminina terá um bom duelo contra Montenegro e espera que a qualidade técnica da ponta Alexandra faça a diferença mais uma vez.

Contra a Croácia, na estreia do Brasil na competição dos Jogos Olímpicos, a atleta livrou o time da derrota quando tudo parecia que iria para o buraco. A seleção estava com uma jogadora a menos, por causa de uma suspensão de dois minutos, mas mesmo assim fez dois gols com Alexandra: o primeiro, em um passe pelo alto de Deonise, que a menina pegou no ar e antes de cair no chão marcou o gol. Foi como a ponte aérea no basquete. E o segundo, ao mandar uma bola cheia de efeito, desconcertando a goleira adversária.

"Acredito que fazer essas coisas é mais pela experiência, o tempo nos ajuda a aprender algumas coisas. Para uma ponta, também é necessário um pouco de sorte. Assim, a jogada aérea acabou dando certo, a rosca também. O primeiro jogo não foi fácil e o próximo também não será. Estamos buscando a medalha", avisa Alexandra.

Bastante habilidosa, ela explica que essa qualidade técnica vem com muito trabalho. "Tem de fazer hora extra nos treinamentos, praticar tiros de 7 metros, arremessos para o gol..." O esforço e sua atuação contra a Croácia acabou rendendo elogios do próprio técnico do Brasil, o dinamarquês Morten Soubak. "Os dois gols que a Alexandra fez naquele momento foram importantes demais", diz. "Ela é uma jogadora experiente, tem uma explosão fantástica, é ótima nos arremessos e sabe variar muito na hora de mandar para o gol", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.