Brasil atropela Cuba no handebol, mas técnico critica

A seleção brasileira feminina de handebol começou bem a série de três amistosos contra Cuba, em preparação para os Jogos Olímpicos de Londres. Neste sábado, as brasileiras atropelaram as velhas rivais, vencendo por 40 a 28 em Vitória, no Espírito Santo. Os dois times voltam a se enfrentar quarta e sexta-feira, desta vez em São Luiz (MA).

AE, Agência Estado

23 de junho de 2012 | 18h27

E engana-se quem pensa que o técnico dinamarquês Morten Soubak ficou feliz com o desempenho do Brasil. "Estou satisfeito com os quarenta gols que fizemos, mas a nossa defesa tinha que treinar o 5-1 (esquema tático defensivo) hoje (sábado), e não deu certo. Nós temos que treinar muito mais. Já tinha falado isso quando iniciamos essa fase. Hoje o time não passou na prova, temos que voltar para casa e trabalhar duro", reclamou.

A partida foi especial a ponta Alexandra, que cresceu em Vitória e fez sua primeira partida em casa com a seleção. A jogadora recebeu uma homenagem antes do apito inicial e foi ovacionada pela torcida ao marcar o primeiro gol do Brasil no jogo. "Eu só tenho a agradecer. Foi maravilhoso, casa cheia e minha estreia aqui. No início estava ansiosa, mas depois do gol me liberei. Cometemos alguns erros técnicos mas conseguimos vencer, e isso é o mais importante", comentou a jogadora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.