Brasil avança com duas duplas masculinas no vôlei de praia

Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Álvaro Filho passaram como líderes de chave às oitavas de final do Grand Slam da Polônia

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2014 | 16h04

Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Álvaro Filho asseguraram nesta sexta-feira a presença de duas duplas brasileiras nas oitavas de final da etapa masculina do Grand Slam da Polônia do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Já as parcerias Evandro/Vitor Felipe e Márcio/Ricardo foram eliminadas após amargarem derrotas em novo dia de disputas em Stare Jablonki.

As duas duplas brasileiras que continuam na luta por medalhas em solo polonês avançaram como líderes de suas chaves na competição. Alison e Bruno Schmidt venceram os suíços Gabathuler e Gerson por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/12, em apenas 33 minutos, e contaram com um tropeço dos poloneses Kosiak e Rudol para ficarem no topo do Grupo C.

Pedro Solberg e Álvaro Filho, que acabaram de formar dupla visando os Jogos Olímpicos de 2016, seguem realizando boa campanha e garantiram a ponta do Grupo G com uma vitória sobre os norte-americanos Lucena e Doherty por 2 sets a 0 (21/19 e 21/16), naquele que foi o terceiro triunfo consecutivo da nova parceria na Polônia.

Nas oitavas de final deste sábado, Alison e Bruno Schmidt enfrentarão os norte-americanos Hyden e Bourne, enquanto Pedro Solberg e Álvaro Filho terão pela frente os alemães Erdmann e Matysik. Os confrontos das quartas de final também ocorrerão neste sábado.

Em jogo válido pela repescagem, Evandro e Vitor Felipe foram eliminados por Erdmann e Matysik, que avançaram às oitavas ao vencerem os brasileiros por 2 sets a 0, com 21/19 e 21/18. Também na repescagem, Márcio e Ricardo acabaram batidos por outra parceria alemã. Fuchs e Kaczmarek venceram por 2 sets a 1, de virada, com 16/21, 21/12 e 15/11, sendo assim igualmente despachados na fase de grupos da competição.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaCircuito Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.