Divulgação/FIVb - 06/07/2013
Divulgação/FIVb - 06/07/2013

Brasil avança com três duplas masculinas no vôlei de praia

A única dupla brasileira eliminada ontem foi Evandro/Vitor Felipe, que perderam para Erdmann e Matysik

AE, Agência Estado

12 de julho de 2013 | 16h22

GSTAAD - O Brasil avançou com três de quatro duplas para as oitavas de final do Grand Slam de Gstaad, na Suíça, uma das etapas do Circuito Mundial de vôlei de praia. Bruno Schmidt e Pedro Solberg, Ricardo e Álvaro Filho, atuais vice-campeões mundiais, e Alison e Emanuel permanecem na luta pelo título, enquanto Evandro e Vitor Felipe foram eliminados.

Bruno Schmidt e Pedro Solberg disputaram apenas uma partida nesta sexta ao garantir o primeiro lugar do Grupo B com a vitória sobre os casaques Sidorenko e Dyachenko por 2 sets a 0, com parciais de 23/21 e 21/18. Nas oitavas de final, eles vão enfrentar os italianos Lupo e Nicolai.

Ricardo e Álvaro Filho venceram os poloneses Fijalek e Prudel por 2 sets a 1, com parciais de 21/17, 15/21 e 15/11, e ficaram em segundo lugar no Grupo G. Depois, pela segunda fase, novo triunfo por 2 a 1, agora sobre os holandeses Spijkers e Varenhorst (21/18, 19/21 e 15/7). Nas oitavas de final, os brasileiros vão encarar os também poloneses Kantor e Losiak.

Alison e Emanuel acabaram avançando na segunda colocação no Grupo E após perderam para os austríacos Doppler e Horst por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 22/20. Assim, tiveram que disputar a segunda fase e bateram os norte-americanos Rogers e Doherty por 2 sets a 1, com parciais de 21/13, 13/21 e 15/7. Nas oitavas de final, eles vão encarar Gibb e Patterson, também dos Estados Unidos.

Já Evandro e Vitor Felipe garantiram o segundo lugar do Grupo B com a vitória sobre os suíços Gerson e Prawdzic por 2 sets a 0, com parciais de 21/16 e 22/20. No primeiro mata-mata, eles foram eliminados com a derrota para os alemães Erdmann e Matysik por 2 sets a 0, com parciais de 23/21 e 21/18.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.