François-Xavier Marit/AFP
François-Xavier Marit/AFP

Inspirado por super-heróis, Brasil avança à final no nado artístico do Mundial

Disputa pelas medalhas está marcada para o próximo sábado, às 7 horas (de Brasília)

Redação, Estadão Conteúdo

18 de julho de 2019 | 08h50

Com temática envolvendo super-heróis, A seleção brasileira de nado artístico se classificou nesta quinta-feira (no horário local) para a final da prova combinada no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Gwangju, na Coreia do Sul. O time nacional foi o nono colocado das eliminatórias com 81,6777 pontos.

A equipe brasileira foi composta por Lorena Molinos, Maria Bruno, Luisa Borges, Victoria Casale, Anna Giulia Veloso, Laura Micucci, Gabriela Regly, Giovana Stephan, Júlia Catharyno e Maria Eduardo Micucci.

A disputa pelas medalhas está marcada para o próximo sábado, às 7 horas (de Brasília). O qualificatório foi disputado por 15 equipes, sendo que os 12 primeiros se classificavam para a final. O time da Rússia teve o melhor desempenho, com 96,56667 pontos. China, com 96,0000 e Ucrânia 94,333, vieram logo atrás no classificatório.

Também nesta quinta-feira pelo Mundial, as representantes brasileiras não conseguiram avançar nas eliminatórias do trampolim de 3 metros. Entre as 51 participantes, Luana Lira foi a 41ª colocada, com 220,20 pontos, enquanto Juliana Veloso ficou na 43ª posição, com 206,70.

Apenas as 18 primeiras colocadas se garantiam nas semifinais, sendo que o melhor desempenho até agora foi da chinesa Shi Tingmao, com 359,40 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.