Site Oficial / CBHB
Site Oficial / CBHB

Brasil bate Islândia e ainda sonha com 7º lugar no Mundial de Handebol Masculino

Equipe nacional precisa torcer por uma combinação de resultados para ficar em quarto e tentar avançar de fase

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2019 | 15h34

A seleção brasileira masculina de handebol fez a sua parte e encerrou, nesta quarta-feira, a sua participação na segunda fase do Mundial, disputado na Alemanha e na Dinamarca, com uma vitória sobre a Islândia por 32 a 29, na Lanxess Arena, em Colônia. O triunfo mantém as chances do time comandado pelo técnico Washington Nunes de brigar por um histórico sétimo lugar.

Para que isso aconteça, os brasileiros têm que torcer nesta quarta-feira. O time precisa terminar em quarto lugar no Grupo A da segunda fase, o que acontecerá se a Croácia perder para a França e a Espanha não cair para a Alemanha. Se espanhóis e croatas perderem, haverá um empate triplo e o aí Brasil levaria a pior no saldo de gols por conta da derrota para a equipe ibérica.

Ainda que não consiga alcançar a disputa pelo sétimo lugar, o Brasil já tem uma campanha histórica no Mundial. Antes da disputa, o melhor resultado brasileiro havia sido um 13.º lugar. Na competição, a seleção conseguiu cinco vitórias (contra Sérvia, Rússia, time unificado das Coreias, Croácia e Islândia) e teve três derrotas (França, Alemanha e Espanha).

Antes do Mundial, em um torneio amistoso, o Brasil havia perdido para os islandeses. Desta vez foi diferente com uma defesa brasileira muito forte. O time nacional abriu 5 a 0 logo de cara e se manteve na frente do placar até os minutos finais do primeiro tempo, quando os europeus reagiram e foram ao intervalo com o duelo empatado por 15 a 15.

No segundo tempo, o Brasil se mostrou forte novamente. Conseguiu equilibrar as ações até os instantes decisivos, quando a Islândia teve dificuldades para encontrar oportunidades de finalizar, enquanto que os brasileiros faziam bons contra-ataques para levar a melhor.

Os destaques da equipe de Washington Nunes em quadra foram Haniel Langaro, artilheiro da partida com nove gols, e José Toledo, que marcou outros oito e foi eleito o melhor da partida pela organização do Mundial.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.