Brasil bate o Japão pela Liga Mundial

O atacante Dante foi o destaque da seleção brasileira masculina de vôlei, que levou precisamente 1h08 para confirmar seu favoritismo no Ginásio do Ibirapuera e derrotar o Japão por 3 sets a 0 (25/16, 25/14 e 25/18) pela Liga Mundial. Nem mesmo a indisposição estomacal durante a semana foi suficiente para impedir que 15 pontos saíssem das mãos do jogador, o melhor desempenho do time. O novo confronto entre as duas equipes no Ginásio do Ibirapuera será neste domingo, às 10 horas, com transmissão da Rede Globo.Dante passa por um momento peculiar em sua carreira. Enquanto é titular na seleção, o jogador está na reserva de seu time na Itália, o Sisley Treviso. ?Eu mesmo já perguntei a ele o que está acontecendo, mas ele diz que treina normalmente?, afirma o técnico Bernardinho.O jogador tem uma explicação. ?Os treinos na seleção são mais fortes do que os da Itália e me sinto melhor aqui do que lá?, explica o jogador. Segundo ele, outro fator que conta é a camaradagem entre os atletas do time de Bernardinho. ?A gente costuma dizer que ficamos bem quando ficamos juntos.? Quanto à indisposição, Dante admitiu que se sentiu um pouco mais fraco em quadra, mas satisfeito com seu desempenho.Bernardinho gostou do que viu, mas foi fiel ao seu estilo. ?Fizemos bem, mas não é o suficiente.? Para o treinador, o time pode melhorar na defesa e o importante hoje será manter o foco. Como quer dar mais entrosamento à nova base da seleção brasileira, sem Nalbert e Giovane, a idéia é fazer substituições ao longo do jogo, ?mas nada que descaracterize a equipe?.O técnico japonês, Tatsuya Ueta, admitiu que seus jogadores mais jovens, que foram reunidos pela primeira vez para um torneio importante e estão sendo preparados para a próxima olimpíada, sentiram a pressão da torcida. ?Tivemos alguns problemas porque nosso principal receptor ficou um tanto nervoso no primeiro set?, avaliou. Para o jogo de hoje, Ueta espera um time bem mais regular e melhor rendimento na recepção, fundamento no qual o time teve mais dificuldade.Nos outros jogos da Liga Mundial, pelo Grupo A, do Brasil, Portugal derrotou a Venezuela por 3 sets a 0 (25/20, 25/20 e 25/22); Grupo B: Bulgaria 3 x 0 França (25/19, 25/21 e 29/27) e Cuba 3 x 0 Itália (25/21, 25/19 e 25/21); Grupo C: Polônia 3 x 1 Sérvia e Montenegro (20/25, 25/17, 25/23 e 25/20) e Grécia 3 x 0 Argentina (25/20, 25/20 e 25/22).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.