Wilton Júnior/ Estadão
Wilton Júnior/ Estadão

Brasil bate Uruguai, vai à final do Pan e se garante no Mundial de Handebol

Equipe encaminhou a vitória logo no primeiro tempo ao anotar 25 a 8

Estadão Conteúdo

24 de junho de 2017 | 19h50

A seleção brasileira feminina de handebol alcançou duas metas da uma vez neste sábado. Em Buenos Aires, a equipe se classificou à final do Campeonato Pan-Americano ao derrotar o Uruguai por 42 a 23, o que a classificou automaticamente ao Mundial, que será disputado em dezembro, na Alemanha - os três primeiros da competição continental se garantem no torneio.

O Brasil encaminhou a sua vitória no primeiro tempo, ao ir ao intervalo vencendo pelo placar de 25 a 8, depois só administrando a larga vantagem, como foi destacado pelo Sérgio Graciano, o técnico interino da equipe.

"O primeiro tempo foi perfeito e o segundo para manter o placar. Entraram em quadra determinadas, com foco, muita concentração, sabendo o que precisavam fazer na defesa e no ataque. Hoje, fizemos um jogo bastante coletivo e jogamos muito bem. Feliz demais por termos nos classificado para o Mundial. Agora vamos descansar e nos prepararmos para a decisão", elogiou.

Samira Rocha foi a artilheira da partida com dez gols, enquanto Jéssica Quintino fez cinco, assim como Mayara. Bruna de Paula (2), Tamires Morena (3), Ana Paula (1), Tamires Costa (4), Duda (2), Dayane Pires (4), Mariana Costa (4) e Patrícia Silva (2) completaram o placar.

"O objetivo era nos concentrarmos na defesa e deixar o ataque fluir como desse, correndo. O jogo defensivo era o principal porque na final a linha defensiva precisará ser bem fechada. Para nós, o mais importante é que neste grupo novo, todas estão entrando com o mesmo objetivo e a seriedade é a mesma, independentemente de quem está em quadra", afirmou Tamires Morena, já pensando na decisão deste domingo.

Até agora, o Brasil tem campanha perfeita em Buenos Aires. Na fase de grupos, a equipe havia vencido Estados Unidos (42 a 10), Colômbia (46 a 12), Paraguai (29 a 15) e Porto Rico (40 a 15).

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
HandebolhandebolBrasilUruguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.