Gregory Bull/AP
Gregory Bull/AP

Brasil busca ouro no futebol feminino do Pan para esquecer Mundial

Seleção não conta com Marta em missão por medalha de ouro

MARCIO DOLZAN - enviado especial a Toronto, O Estado de S. Paulo

11 de julho de 2015 | 09h06

Menos de três semanas após cair nas oitavas de final da Copa do Mundo, a seleção feminina de futebol volta a entrar em campo no Canadá em busca de um título. A partir das 19h05 deste sábado (horário de Brasília), o time encara a Costa Rica no Hamilton Pan Am Soccer Stadium, local que sediará o torneio de futebol dos Jogos Pan-Americanos.

O time brasileiro sofreu algumas baixas em relação àquele que disputou o Mundial. A principal delas é a atacante Marta, que teve que se apresentar ao Rosengard, clube da Suécia onde atua. Apesar disso, o técnico Vadão confia em um bom desempenho brasileiro. "Nosso potencial é muito bom, mesmo perdendo algumas atletas importantes como a Marta. Temos condições de brigar pela medalha (de ouro)", assegura.

O futebol feminino começou a ser disputado no Pan de Winnipeg, em 1999, e, à exceção daquela primeira edição, o Brasil subiu ao pódio em todas elas. O time conquistou o ouro nos Jogos de Santo Domingo, em 2003, e no Pan do Rio, em 2007. Na última edição, em Guadalajara, perdeu a final nos pênaltis para o Canadá. Agora, o time quer brigar novamente pelo ouro.

"É uma oportunidade muito boa para se recuperar da saída prematura do Mundial e dar sequência ao planejamento feito", considera Vadão, apesar de reconhecer a dificuldade do grupo. "As quatro equipes da nossa chave disputaram o Mundial e estavam qualificadas para isso. O Canadá se mostrou mais forte." Além de Brasil, Costa Rica e Canadá, o grupo do Brasil conta ainda com a seleção equatoriana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.