Felipe Dana/AP
Felipe Dana/AP

Brasil celebra momento histórico nos Jogos de Inverno de Sochi

Delegação se apresentará na cerimônia de abertura da Olimpíada com número recorde de atletas

AE, Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 17h37

SOCHI - A primeira competição com a presença de um brasileiro em Sochi será só no domingo, mas as primeiras emoções já serão nesta sexta-feira, quando acontece a cerimônia de abertura da competição. Afinal, a delegação, composta de 13 atletas é a maior da história do Brasil em uma Olimpíada de Inverno. Deles, só o esquiador Jhonatan Longhi ainda não chegou a Sochi.

"Será um dia muito especial para os esportes de inverno do Brasil", aponta Stefano Arnhold, presidente da CBDN e Chefe da Missão Brasileira em Sochi. "Sete modalidades esportivas desfilarão na abertura dos Jogos Olímpicos, batendo todos os números anteriores em número de atletas e de modalidades".

Na cerimônia, a porta-bandeira do Brasil será Jaqueline Mourão, que se tornará, em Sochi, a primeira atleta do País a disputar três modalidades olímpicas na carreira. Ela veio do mountain bike (foi a Atenas e Pequim) e disputou as duas últimas edições de inverno no cross country. Em Sochi, estreará no biatlo, além de competir novamente no cross. Levará a 15.ª bandeira na cerimônia de abertura.

"É um sonho se tornando realidade. Quando comecei no esporte eu nunca poderia imaginar chegar a carregar a bandeira brasileira em uma cerimônia olímpica. É muito bom ter esse reconhecimento, além de representar a melhor delegação brasileira de Jogos de Inverno de todos os tempos", comentou a atleta, que vai se igualar a Fofão, do vôlei, e Formiga, do futebol, como únicas brasileiras presentes a cinco Olimpíadas.

PRIMEIRO DIA 

Apesar da cerimônia de abertura ser só na sexta-feira, nesta quinta aconteceram as primeiras provas classificatórias de Sochi. O destaque ficou para a patinação artística, em que Florent Amodio, brasileiro que foi adotado quando criança por um casal francês e defende o país europeu, ficou em quinto no programa curto por equipes e somou seis pontos para o time francês.

No moguls feminino (modalidade do esqui freestyle em que os atletas percorrem uma superfície ondulada), as três irmãs canadenses Chloe, Justine e Maxime Dufour-Lapointe avançaram para a final, restrita às 10 melhores da fase de classificação. Chloe e Justine só ficaram atrás da norte-americana Hannah Kearney.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Olímpicos de InvernoSochi 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.