Brasil conquista o ouro no hipismo por equipes

César Almeida zera o percurso para garantir a conquista brasileira; equipe comete apenas duas faltas

27 de julho de 2007 | 15h23

O Brasil conquistou o ouro por equipes no hipismo na tarde desta sexta-feira, desbancando o Canadá, no Centro Nacional de Hipismo, no Rio de Janeiro.   Esta foi a quarta vez que a equipe brasileira conquista o ouro nos jogos pan-americanos. A última havia sido em Winnipeg, em 1999. No quadro geral, o Brasil agora soma 37 medalhas de ouro e continua na luta com Cuba pela segunda colocação.   A equipe brasileira terminou a competição com 9,67 pontos perdidos contra 14,72 da equipe canadense. Os Estados Unidos ficaram com o bronze.   Agora, a meta é a conquista do ouro no individual, o que nunca aconteceu na história. Até o momento, Rodrigo Pessoa, campeão olímpico em 2004, juntamente com Pedro Veniss, luta pelo lugar mais alto do pódio.   Para conquistar o ouro, o cavaleiro César Almeida teve que zerar o percurso (não cometer faltas), mesmo diante da forte pressão, uma vez que o canadense Eric Lamaze havia zerado o percurso momentos antes. Já com o primeiro lugar garantido, Rodrigo Pessoa fez o percurso, perdendo quatro pontos.   Feliz pela conquista, ainda mais pelo fato de não ter ido bem no primeiro dia, César Almeida confessou que estava preparado para zerar o percurso. "Conversei com o Bernardo [Alves, membro da equipe];antes da prova e ele me disse que se eu fizesse o zero, a medalha de ouro estava garantida. Entrei tranqüilo porque, nessas horas, não tem o que pensar. Eu treino há 4 anos com esse cavalo [Singular Joter II] e já sabia o que esperar dele".   Confira a equipe brasileira:   Bernardo Alves - cavalo Chupa Chup 2 Pedro Veniss - cavalo Un Blancs de Blanc César Almeida - cavalo Singular Joter II Rodrigo Pessoa - cavalo Rufus

Tudo o que sabemos sobre:
hipismoPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.