Juan Ignacio Roncoroni/EFE
Juan Ignacio Roncoroni/EFE

Brasil derrota Argentina e vai à final do futsal nos Jogos da Juventude

Após vitória por 3 a 2, seleção brasileira agora enfrenta os russos na briga pela medalha de ouro

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

15 Outubro 2018 | 22h50

Diante de 6.500 pessoas em um ginásio lotado no Parque Tecnópolis, o Brasil ganhou da Argentina por 3 a 2 nesta segunda-feira e garantiu vaga na final do futsal nos Jogos Olímpicos da Juventude, que estão sendo disputados em Buenos Aires. Agora, a equipe vai enfrentar a Rússia na decisão desta quinta-feira, marcada para as 13 horas.

Logo que acabou o duelo, o técnico Daniel Junior chamou seus jogadores para o vestiário, a fim de evitar qualquer problema na quadra com os adversários. E foi lá que eles comemoraram a vaga na decisão. "Sabíamos que seria uma partida difícil, porque havíamos enfrentado a Argentina recentemente e também foi 3 a 2", disse o treinador.

O Brasil começou a partida ligado e logo nos primeiros segundos o pivô Guilhermão abriu o marcador. O time continuou com um bom domínio, desperdiçou outras chances, até que o capitão João Victor fez o segundo. Mas, ao poucos, a Argentina foi crescendo no confronto e, após uma sexta falta brasileira, Agustín Raggiati cobrou o tiro livre e diminuiu o marcador.

A partida era dura e a cada dividida saía faísca. Os torcedores locais empurravam sua equipe e o pequeno grupo de brasileiros tentava fazer barulho, mas era logo superado pelos cânticos da maioria argentina. A todo momento a arbitragem conversava com os atletas para diminuir as provocações entre as partes.

No segundo tempo, logo de cara a Argentina empatou com Santiago Rufino. O Brasil sentiu um pouco a pressão e pouco acertava. Até que numa cobrança de escanteio, Breno mandou no canto e fez o terceiro gol. A partir daí, a seleção soube se defender e não caiu na provocação adversária para avançar à final do futsal nos Jogos da Juventude.

Na outra semifinal, a Rússia acabou superando o Egito por 3 a 1. A equipe europeia saiu na frente com um gol de Igor Cherniavskii logo aos 3 minutos de jogo e ampliou com Maxim Okulov um minuto depois. Aos 10, Belal Alsayed Hassan diminuiu e os russos foram para o vestiário no intervalo com a vantagem parcial.

No segundo tempo, logo aos 14 segundos, Danil Karpiuk esfriou qualquer pretensão do Egito ao fazer o terceiro gol da Rússia. A partir daí, o time controlou o duelo até o fim e garantiu vaga na decisão para encarar o Brasil. Coincidentemente, na estreia das duas seleções nos Jogos da Juventude, o Brasil ganhou de 6 a 1.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Jogos Olímpicos da Juventude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.