Brasil disputa medalhas nos Mundiais de remo e canoagem

Fabiana Beltrame brigará por bicampeonato na Coreia do Sul, na madrugada de sexta; Isaquias Queiroz leva o País a uma final da canoagem pela primeira vez

O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2013 | 19h17

SÃO PAULO - Fabiana Beltrame, do remo, e Isaquias Queiroz, da canoagem, podem garantir medalhas ao Brasil nos Mundiais de suas modalidades, que estão sendo disputados na Coreia do Sul e na Alemanha, respectivamente. Ambos foram para as finais de suas provas entre os melhores colocados.

 

Fabiana, que foi campeã do single skiff peso leve em 2011, na Eslovênia, foi à decisão do Mundial da Coreia do Sul com a segunda melhor marca (7min38s27). A catarinense brigará pelo bicampeonato às 4h30 (de Brasília) desta sexta-feira.

 

No Mundial de Duisburg, na Alemanha, Isaquias Queiroz levou o Brasil pela primeira vez a uma final da modalidade. O jovem baiano de 19 anos passou à decisão de sábado, às 10h39 (de Brasília), com o melhor tempo da categoria C1 1000 metros, prova olímpica da canoa.

 

Isaquias, considerado o grande nome da canoagem velocidade brasileira, já conquistou o inédito título do Mundial Júnior em 2011. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.