Brasil é 1.º no quadro de medalhas dos Jogos da Lusofonia

A competição reúne a comunidade de países de língua portuguesa, na América, na África e na Ásia

EFE

19 de julho de 2009 | 19h17

O Brasil terminou a segunda edição dos Jogos da Lusofonia, encerrada neste domingo em Lisboa, com a primeira colocação geral no quadro de medalhas. O país foi 75 vezes ao pódio, com 35 medalhas de ouro, 22 de prata e 20 de bronze. Os anfitriões ficaram na segunda posição, com 71, sendo 25 primeiros lugares.

Neste domingo o Brasil amargou a quarta colocação no basquete masculino com uma derrota de 95 a 71 para Portugal. Os europeus também venceram o país na decisão feminina, com placar de 57 a 47. As duas seleções foram com equipes sub-19.

Muitos triunfos brasileiros vieram no judô, outros no atletismo - um exemplo foi Elisângela Adriano, no lançamento de peso - e no futsal, campeão ao bater Portugal por 2 a 0, com gols de Lukaian e Fernandinho, na sexta. 

A competição reúne a comunidade de países de língua portuguesa, incluindo as ex-colônias do país na América, África e Ásia. Completam a relação de participantes Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau (China), Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Outras três nações foram convidadas: Sri Lanka, Guiné Equatorial - ex-colônia espanhola na África que ano passado pediu entrada na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) -, e Índia, ainda com forte influência da colonização portuguesa.

Atletismo, basquete, futebol, futsal, judô, taekwondo, tênis de mesa, vôlei e vôlei de praia são as modalidades em disputa nos Jogos da Lusofonia.

O evento, cuja primeira edição ocorreu em 2006 em Macau, na China, começou no último sábado e teve seu encerramento com uma festa na praia de Santo Amaro de Oeiras, nos arredores da capital portuguesa.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos da Lusofonia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.