Brasil é campeão sul-americano de Natação

A velocista Flávia Delaroli, de 20 anos, atleta do Pinheiros, de São Paulo, foi o destaque, neste domingo, do último dia de competições do Sul-Americano Absoluto de Natação de Maldonado (URU). Abriu o programa de provas com vitória nos 50 metros, livre, recorde continental e confirmação do índice olímpico. Nadou a distância em 25s39, melhorando sua própria marca anterior, de 25s44.O jovem Thiago Pereira, de 18 anos, venceu os 400 m, medley (4min21s27) e ficou mais perto de bater o recorde sul-americano da distância, de 4min18s45, que desde 1984 pertence ao medalhista olímpico Ricardo Prado. No sábado, Thiago quebrou o recorde sul-americano dos 200 m, medley (2min00s19), com medalha de ouro e confirmação de índice olímpico. O antigo recorde pertencia ao brasileiro Diogo Yabe, com 2min02s07.Neste domingo, Eduardo Fischer ganhou os 200 m, peito (2min18s66) e Fabíola Molina, que não foi ao Pan-Americano e não nadou bem no ano passado, ganhou a medalha de ouro nos 100 m, costas (1min03s74). Nos 100 m, livre, o venezuelano Luis Rojas surpreendeu os brasileiros ao ficar com o ouro (50s22). Jáder de Souza foi o segundo (50s61) e não obteve o índice olímpico (49s66), com Gustavo Borges em terceiro (51s11). O Brasil ganhou também os revezamentos 4 x 100 m, medley, feminino (4min16s16) e 4 x 100 m, livre, masculino (3min24s89).A delegação brasileira dominou o torneio de Maldonado, com 55 medalhas (26 de ouro, 15 de prata e 14 de bronze). A última chance para obtenção de índices para a Olimpíada será o Troféu Brasil, de 4 a 9 de maio.

Agencia Estado,

28 de março de 2004 | 21h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.