Brasil é eliminado por Cuba no tênis de mesa por equipes

Cubanas vencem de virada Lígia Silva, Mariany Nonaka e Karin Sako nas quartas-de-final nesta segunda-feira

Vinícius Saponara, do estadao.com.br,

23 de julho de 2007 | 16h23

A equipe brasileira de tênis de mesa feminino não tem mais chance de medalha neste Jogos Pan-Americanos. Nesta segunda-feira, pelas quartas-de-final, o Brasil perdeu de virada para Cuba por 3 a 1, no Pavilhão 4B do Complexo Esportivo do Riocentro.   Veja também:  O quadro de medalhas Os detalhes das modalidades em disputa   Na primeira fase, as mesa-tenistas Lígia Silva, Mariany Nonaka e Karin Sako haviam ganhado de Venezuela e Paraguai por 3 a 0.   Nas semifinais, as cubanas terão pela frente as favoritas norte-americanas, que bateram facilmente o Chile por 3 a 0. Na outra briga por vaga na final, Canadá jogará contra a República Dominicana - as canadenses passaram pela Colômbia (3 a 0) e as caribenhas ganharam da Venezuela (3 a 2).   Na primeira partida do confronto, Lígia Silva derrotou Dayana Ferrer por 3 games a 1 - com parciais de 11/6, 13/11, 9/11 e 11/5. Na seqüência, Mariany Nonaka foi batida de virada por Anisleyvis Bereau por 3 a 2 - com parciais de 7/11, 8/11, 13/11, 11/7 e 11/8.   No jogo de duplas, as cubanas viraram o placar para 2 a 1 com a vitória de Bereau e Glendy González sobre Mariany e Karin Sako por 3 games a 2 - com parciais de 11/8, 7/11, 11/5, 7/11 e 11/7.   No quarto duelo da série, Lígia Silva mostrou muita desconcentração e não conseguiu acompanhar o jogo agressivo de Glendy González, que venceu por 3 games a 0 - parciais de 11/8, 11/6 e 11/4.

Tudo o que sabemos sobre:
Pan 2007tênis de mesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.