Brasil e França decidem Desafio Internacional de judô

Os amantes do judô se deliciaram. Com transmissão ao vivo pelo canal a cabo Sportv e equipes de alta qualidade, Brasil e França se classificaram para disputar neste domingo a final do Desafio Internacional por equipes, em Belo Horizonte, às 11h. Cuba e Minas Gerais disputam o terceiro lugar.Com participação de seleções de Argentina, Brasil, Cuba, França e República Dominicana, além de uma seleção mineira, dona da casa, o Desafio teve bom nível técnico, apesar de nitidamente os atletas se pouparem e parecerem treinar no tatame. Mas um treino puxado, de alto nível.O maior exemplo disso foi a luta entre o campeão mundial João Derly e o medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas Yordanis Arencibia, de Cuba, finalistas da Copa do Mundo de Leonding, na Áustria, vencida pelo cubano. O confronto terminou empatado, sem que nenhum dos dois judocas conseguisse marcar um único ponto. Nas primeiras lutas, João Derly foi poupado, o que pareceu ter frustrado a torcida mineira que compareceu ao ginásio.?Não abrimos muito o jogo por se tratar de um torneio por equipes. Corríamos o risco de comprometer o time por um vacilo. Acabou sendo uma luta muito dura e muito estudada?, disse João Derly.O desnível técnico em alguns confrontos permitiu, no entanto, que o torcedor presenciasse belos golpes e projeções e quedas espetaculares. Na primeira fase, pelo Grupo A, a seleção brasileira enfrentou Minas Gerais e venceu por 3 a 1. Minas venceu por 3 a 1 a República Dominicana, e o Brasil derrotou os dominicanos por 5 a 0.No Grupo B, a França bateu a Argentina por 3 a 0, Cuba venceu os argentinos por 4 a 1, e França derrotou Cuba por 3 a 1.Nas semifinais, a seleção brasileira venceu a cubana por 3 a 0, o mesmo placar da vitória da francesa sobre a mineira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.