Brasil é terceiro e Rússia fatura bi no futebol de areia

A seleção brasileira conquistou a terceira colocação no Mundial de Futebol de Areia, em Papeete. Neste domingo, diante do anfitrião Taiti, a equipe teve muitas dificuldades, mas garantiu um lugar no pódio ao vencer a disputa de pênaltis por 1 a 0 após empate por 7 a 7 no placar agregado do tempo normal e prorrogação.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 11h04

Neste domingo, exceto pelo início da partida, quando o Taiti abriu o placar, o Brasil esteve sempre à frente. A equipe terminou vencendo o primeiro período por 3 a 2, depois chegou a abrir 5 a 2, fechou o segundo tempo ganhando por 6 a 4, mas permitiu a reação taitiana, que arrancou o empate em 6 a 6 e forçou a disputa da prorrogação.

No tempo extra, Brasil marcou o seu gol primeiro, mas o Taiti arrancou o empate no segundo final: 7 a 7. Os gols brasileiros na partida foram marcados por Bruno Xavier, André, Daniel, Eudin (dois), Jorginho e Bruno. Nos pênaltis, Mão defendeu a cobrança de Li Fung Kuee. Em seguida, Jorginho marcou e garantiu a terceira colocação no Mundial de Futebol de Areia para o Brasil.

Na decisão, a Rússia garantiu a conquista do bicampeonato ao golear a seleção espanhola, algoz do Brasil nas semifinais, por 5 a 1. Krasheninnikov foi o principal destaque do triunfo ao marcar dois gols.

Após o fim do Mundial, a Fifa distribuiu as premiações individuais do Mundial de Futebol de Areia. O brasileiro Bruno Xavier ganhou a Bola de Ouro, destinada ao melhor jogador do torneio, além de ter sido o vice-artilheiro com 10 gols, um a menos do que o russo Dmitrii Shishin. O goleiro espanhol Dona ganhou a Luva de Ouro.

A próxima edição do Mundial de Futebol de Areia, em 2015, já tem sede definida e será disputada em Portugal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.