Brasil em duas finais, com Fabiana e Gisele

O Brasil encerrou o primeiro dia de competições em Berlim com vagaem duas finais. Fabiana Murer não teve problemas na qualificatória do salto com vara - passou tranquilamente à decisão com 4,55 m. No salto triplo, Gisele de Lima obteve o 11º melhor resultado (14,14 m) entre as 12 finalistas. A final das provas será realizada amanhã à tarde, pelo horário de Brasília.Fabiana precisou de três saltos para se classificar. Passou na primeira tentativa em todos - o sarrafo esteve a 4,45 m e 4,50 m. A russa Yelena Isinbayeva fez apenas um salto, quando o sarrafo já estava em 4,55 m, para seguir em busca do tricampeonato mundial. Gisele, por sua vez, afirmou ter alcançado seu objetivo: ir à decisão do salto triplo. Agora, tem como meta ficar entre as oito melhores do mundo. A chinesa Limei Xie, com 14,62 m, foi a melhor da qualificatória.O País teve representantes em outras quatro provas. Sabine Heitling (3 mil metros com obstáculos), Mahau Suguimati (400 m com barreiras), Basílio de Moraes e José Carlos Moreira (100 m) ficaram nas eliminatórias. Moacir Zimmermann e José Alessandro Bagio não completaram a marcha atlética de 20 km.PRIMEIRA MEDALHAO russo Valeriy Borchin foi o primeiro campeão de Berlim: venceu a marcha atlética de 20 km em 1h18min41. Na outra decisão do dia, a queniana Linet Masai encerrou um domínio etíope de mais de uma década nos 10 mil metros. Em um sensacional sprint, Masai saiu da 4ª colocação a 300 metros do fim da prova e ultrapassou Meselech Melkamu na linha de chegada, ao marcar 30min51s24 - a etíope, que já comemorava a conquista, ficou com a prata, um décimo atrás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.