Brasil está nas duas finais do torneio que encerra temporada do vôlei de praia

O Brasil está nas finais dos dois naipes do World Tour Finals, torneio que encerra a temporada de 2015 do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, disputado em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. Após triunfar na semifinal, neste sábado, Larissa e Talita vão em busca do ouro. Elas encaram as alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst neste domingo. No masculino, confirmando o grande momento vivido, Alison e Bruno Schmidt avançaram à decisão contra os norte-americanos Nick Lucena e Phil Dalhauser.

Estadão Conteúdo

03 de outubro de 2015 | 22h12

Outras duas duplas brasileiras lutarão pela medalha de bronze. Ágatha e Bárbara Seixas, que caíram nas semifinais para as alemãs, jogarão contra as canadenses Bansley/Pavan. Já Pedro Solberg/Evandro, derrotados pelos compatriotas, enfrentarão os holandeses Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen.

A decisão do torneio feminino ocorre às 14 horas (de Brasília). Larissa e Talita buscam o sexto título em seis disputados (contando também torneios nacionais), além do sétimo ouro internacional em 2015. Para chegar à final, as duas não tomaram conhecimento das canadenses Heather Bansley e Sarah Pavan e venceram por dois sets diretos (21/19 e 21/12). Ágatha e Bárbara Seixas, que fizeram um jogo muito disputado contra Ludwig/Walkenhorst, acabaram derrotadas por 2 a 1 (21/15, 20/22 e 15/13).

"Vai ser um jogo bom, contra um grande time e que não chegou a final à toa. É um torneio diferenciado, onde estão os melhores do mundo, então estamos muito felizes por ter alcançado a final, que era um dos nossos objetivos para finalizar a temporada", disse Larissa.

Entre os homens, a final poderia ter contornos verde e amarelos, mas Alison/Bruno e Pedro/Evandro se enfrentaram nas semifinais e só um representante do País poderia chegar à decisão. Alison e Bruno começaram o dia nas quartas de final, vencendo os italianos Nicolai e Lupo por 2 sets a 1 (20/22, 21/19, 15/10), de virada. Em seguida tiveram a disputa caseira pela frente, onde levaram a melhor para buscar o ouro com o triunfo por 2 a 0 (21/17 e 23/21).

"São os dois melhores times do mundo e o Brasil tem esse privilégio de contar com as melhores duplas do mundo. Semana passada jogamos em Contagem-MG (durante o Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Open), agora aqui nos Estados Unidos. O mais legal é que essa geração se respeita muito dentro de quadra e quem ganha com isso é o país, principalmente no ano que vem, no Rio de Janeiro. Fizemos um grande jogo e demos o nosso melhor, isso foi o mais importante. Na final não tem favorito, pois também vamos enfrentar um grande time e que vive grande fase", ressaltou Alison.

"A gente sempre tenta tirar o melhor do nosso time. Quando conseguimos fazer isso, sabemos que temos um time muito competitivo. O Alison fez um jogo fantástico e até me controlei um pouco na partida. Ele garantiu a virada de bola e ainda o bloqueio, que foi muito importante, pois do outro lado da rede o Pedro e o Evandro tinham um potencial de ataque absurdo", reconheceu Bruno Schmidt após a partida.

A etapa, que faz neste ano a sua estreia no calendário, segue o modelo do ATP Finals, do circuito masculino de tênis. Disputam a competição somente as oito melhores duplas da temporada. No caso do World Tour Finals, entram ainda mais duas duplas de cada naipe por convite.

O World Tour Finals vai encerrar a temporada de 2015 do Circuito Mundial, embora o calendário deste ano ainda preveja outras três competições a serem disputadas. As etapas de Puerto Vallarta (México), Antalya (Turquia), e Doha (Catar), todas no formato Open, já serão válidas para a temporada de 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaCircuito MundialBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.