Luis Acosta/AFP
Luis Acosta/AFP

Brasil fatura duas medalhas no tênis de mesa dos Jogos Pan-Americanos

Bruna Takahashi e Gustavo Tsuboi são prata nas duplas mistas; bronze é conquistado na dupla feminina

Paulo Favero, enviado especial a Lima, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2019 | 23h33

O Brasil conquistou suas primeiras medalhas no tênis de mesa dos Jogos Pan-Americanos, que estão sendo disputados em Lima. Nesta segunda-feira, nas duplas mistas, Bruna Takahashi e Gustavo Tsuboi perderam a final para os canadenses Eugene Wang e Mo Zhang por 4 a 1 (12/10, 15/13, 6/11, 11/7 e 12/10) e ficaram com a medalha de prata. Já Bruna e Jessica Yamada foram bronze nas duplas feminina.

Nas duplas masculina, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi carimbaram a vaga para a decisão ao baterem Brian Afanador e Daniel Gonzalez, de Porto Rico, por 4  2 (11/6, 11/6, 9/11, 9/11, 11/6 e 14/12) em pouco mais de uma hora de partida. Agora eles enfrentam nesta terça, às 22h (de Brasília) a dupla da Argentina (Gaston Alto e Horacio Cifuentes) na disputa do ouro.

"Eles são uma dupla muito forte, a gente conhece os dois muito bem. Acho que nunca os enfrentamos como dupla, mas individualmente já jogamos e será difícil. O tênis de mesa é muito técnico, tudo é decidido nos detalhes, então qualquer perda de concentração você pode perder o jogo", disse Calderano.

O atleta também comentou o vacilo da dupla quando estava à frente do marcador no terceiro set. "Foi uma partida muito difícil essa semifinal, a dupla de Porto Rico jogou muito bem. Começamos vencendo por 2 a 0, estávamos ganhando o terceiro set, mas erramos algumas bolas e eles pegaram a vantagem. Depois foi difícil voltar, mas mantivemos a calma, a cabeça fria e tivemos foco para ganhar a partida."

Já pelas duplas feminina, Bruna Takahashi e Jessica Yamada acabaram perdendo na semifinal para as irmãs Adriana e Melanie Diaz, de Porto Rico, por 4 a 2 (11/7, 6/11, 10/12, 11/8, 11/3 e 11/6), em 43 minutos de jogo. Como não há disputa de terceiro lugar, elas faturaram a medalha de prata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.