Brasil fecha competição com prata por equipes

Time masculino perde só da França, do fenômeno Teddy Riner, e leva a 5ª medalha da história.[br]Meninas caem cedo

Wilson Baldini Jr. / PARIS, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2011 | 00h00

O Brasil ficou com a medalha de prata no Mundial por Equipes de Judô, ontem, em Paris. Na decisão do primeiro lugar, Leandro Cunha, Bruno Mendonça, Leandro Guilheiro, Tiago Camilo e Rafael Silva perderam, por 3 a 2, para os anfitriões franceses, que tiveram o reforço do pentacampeão mundial pesado Teddy Riner.

A França abriu 2 a 0, com as derrotas de Leandro Cunha e Bruno Mendonça. Leandro Guilheiro e Tiago Camilo empataram o placar ao vencerem na decisão dos juízes. Na finalíssima, Rafael Silva não se intimidou diante de Teddy Riner, um dos maiores ídolos da França na atualidade. Empatou nos cinco minutos de luta e só foi perder por yuko no golden score. Coreia do Sul e Japão ficaram com bronze.

É a quinta medalha brasileira em Mundiais por Equipes. O País foi prata na Bielo-Rússia/1998 e Turquia/2010, e bronze na China/2007 e Tóquio/2008.

O Brasil passou por Usbequistão, China e Coreia até chegar à final. Leandro Cunha se destacou ao derrotar o usbeque Rishod Sobirov, apontado como o melhor judoca da atualidade.

Mulheres. No feminino, as brasileiras foram eliminadas logo na primeira rodada da disputa. Diante das francesas, apenas a judoca Érika Miranda obteve vitória. Maria Portela, Mariana Silva, Rafael Silva e Mayra Aguiar perderam de cara. O ouro também ficou com a França, a prata com o Japão, enquanto Alemanha e Cuba ganharam bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.