Brasil fecha Copa do Mundo em BH com 9 medalhas de ouro

Entre os destaques estão Leandro Guilheiro e Tiago Camilo. Equipe do Mundial sai no dia 21

BELO HORIZONTE, O Estadao de S.Paulo

13 de julho de 2009 | 00h00

O Brasil fechou com chave de ouro sua participação na etapa de Belo Horizonte da Copa do Mundo de Judô. Ontem, no último dia da competição, os judocas brasileiros conquistaram mais 19 medalhas, sendo seis de ouro, cinco de prata e oito de bronze. No total, o país levou 31 medalhas na disputa, nove delas de ouro - no sábado, Denílson Lourenço (-60kg), Taciana Lima (-48kg) e Erika Miranda (-52kg) já haviam subido ao lugar mais alto do pódio.O torneio foi fundamental para ajudar a comissão técnica a escolher os atletas que representarão a seleção brasileira no Mundial de Roterdã, na Holanda, marcado entre 26 e 30 de agosto - a convocação está prevista para o dia 21.Ontem, levaram o ouro os judocas Tiago Camilo (-90kg), Leandro Guilheiro (-73kg), Leandro Cunha (-66kg), Guilherme Luna (-81kg), Luciano Correa (-100kg) e Walter Santos (+100kg). Tiago Camilo foi o primeiro a vencer ontem. Ele bateu o brasileiro Eduardo Santos, na categoria até 90kg, ao anotar um wazari e um yuko. A campanha de Camilo durante o torneio foi perfeita. Na semifinal, fez um duelo verde-amarelo com Hugo Pessanha e conseguiu a classificação para a final com um wazari. Já nas primeiras rodadas, o judoca havia derrubado Franklin Cisneros, de El Salvador, e Francisco Ozuna, do Paraguai, por ippon."O ouro é o resultado de um trabalho feito com dedicação", afirmou Camilo, que após a Olimpíada de Pequim, em 2008, subiu da categoria -81kg para -90kg. "Apesar de estar atuando em uma nova categoria, sabia das possibilidades de conquistar bons resultados".O medalhista olímpico Leandro Guilheiro também garantiu o ouro em Belo Horizonte, na categoria até 73kg. O judoca enfrentou na decisão o israelense Yoel Razvozov e venceu a luta com um ippon. O placar, aliás, foi o mesmo nas três lutas preliminares, contra o grego Victor Karabouniotis, o canadense Jan Philippe Gagnon e o austríaco Peter Scharinger."Entrei em todas as lutas com o pensamento de buscar a vitória o mais rápido possível", contou Guilheiro. "Sabia que o israelense era forte, mas estava confiante, pois tenho alguns golpes que, quando encaixam, resultam em vitória."OUTROS CAMPEÕESAs categorias até 81kg, até 100kg e mais de 100kg tiveram decisões brasileiras. Guilherme Luna (-81kg) levou a melhor na final contra Flavio Canto com um yuko. O campeão Mundial Luciano Corrêa (-100kg) bateu Leonardo Gergis Ferreira Leite com um wazari e um yuko e Walter Santos (+100kg) bateu Daniel Hernandes com um ippon. Já o judoca Leandro Cunha, da categoria até 66 kg, ganhou do austríaco Andreas Mitterfellner na final com um ippon e um yuko. OS BRASILEIROS CAMPEÕES Tiago Camilo (-90kg) Leandro Guilheiro (-73kg) Leandro Cunha (-66kg) Guilherme Luna (-81kg) Luciano Correa (-100kg) Walter Santos (+100kg) Denílson Lourenço (-60kg) Taciana Lima (-48kg) Erika Miranda (-52kg)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.