Brasil fica com a prata no Pré-Pan

Mesmo sem a principal estrela, a gaúcha Daiane dos Santos, a seleção brasileira conquistou, neste sábado, a medalha de prata por equipe no Pré-Pan de Ginástica Artística, realizado no pavilhão 4 do Riocentro. Os Estados Unidos ficaram com a de ouro e o Canadá, com a de bronze. Cuba terminou em quarto lugar, seguido por México, Argentina e Porto Rico. Estes países se classificaram para o Pan-Americano de 2007, no Rio. O Brasil, como país-sede, tem presença assegurada. Mesmo assim, a participação das ginastas brasileiras pode ser considerada boa. Na classificação individual geral, Daniele Hypólito ficou em segundo lugar e Laís Souza, em terceiro. A norte-americana Chellsie Memmel, ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo de 2003, sagrou-se campeã, totalizando 37,431 pontos ? quase 4 décimos acima de Daniele. ?O resultado foi bom. Não achei que competi mal?, declarou Daniele, após a premiação. Ela deixou a entender que sentiu-se prejudicada pela arbitragem na aplicação das notas. ?Não dependo só de mim para vencer. A ginástica é muito subjetiva, mas os juízes estudarem para isso?, amenizou. A caçula da equipe, a carioca Jade Barbosa, de 14 anos, disputou a primeira competição internacional na carreira e admitiu que ficou nervosa. Ela, que chegou a seleção permanente este ano, teve o pior desempenho entre as quatro brasileiras ? somou 34,250 pontos. ?Estou feliz, mas achei que não fui tão bem quanto esperava?, afirmou a ginasta, famosa por fazer o salto duplo twist carpado da Daiane. A equipe, formada ainda por Camila Comin e Laís Souza, defendeu a ?caçulinha?. ?É normal ficar nervosa em uma estréia. Ela não foi bem no salto, mas depois competiu bem nos outros três aparelhos (barra, trave e solo)?, defendeu Daniele, a quem Jade chama de irmã. Laís Souza, por sinal, também surpreendeu. Por conta de uma contusão no pé direito, quase foi poupada do Pré-Pan. Mas, na base da superação, treinou forte esta semana e faturou a medalha de bronze na classificação individual geral. A estrela Daiane do Santos, poupada para o Mundial, em novembro, na Austrália, vibrou bastante com a performance da seleção. Ela disse que a equipe não sentiu a sua falta, opinião que se contrapôs com à das outras ginastas brasileiras. ?A Daiane faz falta sempre?, destacou Daniele, agradecendo, em seguida, ao apoio da ?rainha do solo?. Confira como ficou o resultado por equipes:1.° - Estados Unidos - 110,9592 2.° - Brasil - 108,6913 3.° - Canadá - 102,1794 4.° - Cuba - 102,0965 5.° - México - 100,4666 6.° - Argentina - 98,6157 7.° - Porto Rico - 94,9048 8.° - Colômbia - 94,289 9.° - Venezuela - 93,866 10.° - El Salvador - 92,607 11.° - Chile - 90,941 12.° - Guatemala - 90,264 13.° - Peru - 88,302 14.° - Bolivia - 85,952 15.° - Uruguai - 84,370

Agencia Estado,

08 de outubro de 2005 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.