Brasil ganha 1ª medalha no Mundial Sub-21 de Judô, em Miami

No primeiro dia do evento, Larissa Freitas fica com a prata na categoria até 44 kg, ao perder para japonesa da decisão do torneio

Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 23h05

O Brasil já ganhou medalha no Mundial Sub-21 de Judô, que está sendo disputado em Miami, nos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, no primeiro dia do evento, Larissa Freitas garantiu a prata na categoria superligeiro (até 44kg). Para subir ao pódio, a atleta do Mato Grosso do Sul venceu três lutas, perdendo apenas de uma japonesa, na final.

Apesar do Mundial ser de base, as categorias são idênticas às disputadas na Olimpíada, com o mesmo limite de peso. Até o sub-21, porém, ainda há a disputa da categoria superligeiro, que consta no programa olímpico nem das competições adultas organizadas pela Federação Internacional de Judô (IJF, na sigla em inglês).

Em Miami, Larissa estreou vencendo a espanhola Laura Martinez Abelenda, passou depois pela mongol Narantsetseg Ganbaatar e garantiu a medalha com uma imobilização até ippon na tunisiana Olfa Saoudi. Na disputa pelo ouro, a japonesa Hitomi Sakaguchi foi melhor e venceu, também por imobilização.

O Brasil, que ganhou medalha em todos os Mundiais da categoria desde 1990, compete com mais seis atletas nesta quinta-feira. As três judocas do feminino têm boas chances de medalha: Jéssica Pereira (52kg, prata no Mundial Júnior), Tamires Crude (57kg, bronze no Grand Prix de Qingdao, ano passado) e Flávia Gomes (57kg, prata nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2010).

Tudo o que sabemos sobre:
Rio 2016judôMundial Sub-21 de Judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.