Brasil ganha, mas quase ninguém vê

Torneio de futebol abre competição no Rio com público de 300 torcedores em São Januário; cerimônia inaugural do evento será apenas hoje, às 16h, no Engenhão

Bruno Lousada / RIO, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2011 | 00h00

Se a expectativa é de casa cheia hoje, às 16 horas, no Engenhão, para a cerimônia de abertura dos Jogos Mundiais Militares, ontem o público foi decepcionante no primeiro evento da competição. Sob o olhar de no máximo 300 torcedores, apesar da distribuição gratuita de ingressos, o time de futebol masculino do Brasil estreou com vitória sobre a Argélia, por 1 a 0, em São Januário.

O horário e o dia da partida também não ajudaram a ter mais pessoas no estádio: 10 horas da manhã de uma sexta-feira sem feriado. Quem acordou cedo e foi para lá assistiu a um jogo que literalmente deu sono. Com espaço de sobra na arquibancada, um homem deitou e dormiu, enquanto a bola rolava.

Logo nos primeiros minutos, o goleiro Braz roubou a cena: fez duas defesas salvadoras no mesmo lance. Grande parte da torcida levantou-se, esboçou gritar o nome do camisa 1, mas... Como se chama o goleiro? A maioria não sabia. O jeito, então, foi cantar em alto e bom tom: "Brasil! Brasil! Brasil!".

Um funcionário designado para controlar o portão de acesso ao campo estava tenso. Antes do apito inicial, seu colega de trabalho bobeou, um cachorro invadiu o gramado e não queria sair dali de jeito nenhum. O animal foi retirado com muito custo e o responsável pelo descuido levou uma bronca.

"Já pensou um animal correndo atrás dos jogadores e dos fotógrafos durante o jogo? Iria complicar minha vida", disse o rapaz, com a atenção redobrada para evitar novo transtorno.

O craque e atual deputado federal Romário deu o pontapé inicial e vibrou com o gol de cabeça do atacante Renildo quase no fim do primeiro tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.