CBC/Divulgação
CBC/Divulgação

Brasil ganha árbitra internacional UCI de Ciclismo de Estrada

Elaine Sirydakis integra o seleto grupo de comissários da entidade

O Estado de S. Paulo

18 de agosto de 2015 | 09h39

Faltando menos de um ano para a Olimpíada do Rio, o Brasil ganhou a primeira árbitra com licença internacional da União Ciclística Internacional (UCI). Elaine Sirydakis, comissária da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), agora poderá representar o País nos bastidores das principais competições nacionais e internacionais do Ciclismo de Estrada.

"Foi uma experiência fantástica e inesquecível. Eram apenas seis candidatos, todos homens e eu a única mulher. Também fui a única representante do continente americano. Realmente não foi fácil, mas com o conhecimento adquirido através de muitas noites em claro, com a prática de atuação aqui no Brasil, muita determinação e trabalho em equipe consegui meu objetivo", conta. 

O curso é programado de acordo com a demanda da União Ciclística Internacional e as últimas duas edições ocorreram em 2008 e 2013. A atual edição teve início em 2014, quando os concorrentes realizaram a etapa teórica na Suíça. Durante uma semana, os alunos assistiram às aulas em tempo integral e passaram por uma prova para testar os conhecimentos adquiridos.

Os aprovados seguiram para a fase prática, na qual foi designada uma competição do calendário UCI para a realização do último teste. Essa avaliação final coloca o comissário para exercer as principais funções de um evento internacional: Comissário II, Comissário III, Comissário IV, Juiz de Chegada, Comissário Moto e Comissário Geral.  Todas as funções são acompanhadas por um avaliador da União Ciclística Internacional (UCI).

Elaine Sirydakis foi designada para o Tour da Áustria, uma competição de categoria 2 HC da UCI, válida pelo ranking Europa Tour e disputada pelas principais equipes do ciclismo mundial. A brasileira e a venezuelana Carmen Jaimes são as únicas mulheres comissárias internacionais de Estrada da América do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.