Brasil ganha segunda prata na canoagem; Cuba leva ouro

Cubanos consolidam segunda colocação no quadro geral de medalhas com 37 medalhas, duas a mais que o Brasil

Vinícius Saponara, do estadao.com.br,

27 de julho de 2007 | 11h02

Os brasileiros Vilson Nascimento e Wladimir Moreno conquistaram, nesta sexta-feira, na Lagoa Rodrigo de Freitas, mais uma medalha de prata para o País na canoagem dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na categoria C2 1000m, a dupla disputou remada a remada a primeira colocação com Cuba, mas perdeu no final por apenas 1s450.   Veja também: Quem fica em segundo lugar no Pan? O quadro de medalhasOs detalhes das modalidades em disputa     Os cubanos (Karel Aguilar e Serguey Torres), que agora têm 37 ouros, terminaram a prova com o tempo de 3min47s857. A Venezuela, com Eduard Paredes e José Silva, ficou com a terceira colocação e a medalha de bronze da competição.   Com a vitória, os cubanos consolidam a segunda colocação no quadro geral de medalhas. Na canoagem feminina, o barco de Cuba venceu a prova do K4 500 metros, com o Brasil terminando em quinto lugar.  A prata foi para a Venezuela, enquanto o Canadá levou o bronze.   Essa é a segunda medalha de prata do Brasil no dia. Na primeira prova, Sebastian Cuattrin havia conquistado o segundo lugar no K1 1000m e, assim, igualado a marca do ex-nadador Fernando Scherer, o Xuxa, de 10 medalhas em Pans.   Matéria ampliada às 11h10.

Tudo o que sabemos sobre:
CanoagemPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.