Brasil garante vaga na fase final do Grand Prix Lochte começa desafio ao recorde de Phelps

A seleção brasileira feminina de vôlei superou a pressão e conseguiu classificação para a fase final do Grand Prix. Ontem, o time venceu a China, que jogou diante de sua torcida, por 3 sets a 0 (25/20, 25/22 e 25/19), em Luohe, e ficou com a última vaga da fase decisiva, a ser disputada na próxima semana, em Ningbo, também no país.

LUOHE, CHINA, OMAHA, EUA, LUOHE, CHINA, OMAHA, EUA, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h06

"Entramos na última partida decidindo a nossa permanência no Grand Prix. Tínhamos que ganhar esse jogo, contra uma China que jogava em casa, com o ginásio lotado. Nós também precisávamos passar para a fase final para o time continuar jogando. Portanto essa classificação foi primordial", admitiu o técnico José Roberto Guimarães. Para o treinador, o Brasil evoluiu contra as chinesas, especialmente no saque e no bloqueio.

Ryan Lochte começa hoje seu desafio para poder igualar a marca de Michael Phelps - que ganhou oito medalhas de ouro olímpicas nos Jogos de Pequim - na Olimpíada de Londres. A partir de hoje, em Omaha, Nebraska, o atleta inicia luta para defender a equipe dos Estados Unidos em oito provas da natação na seletiva do país. "Não estou pensando na contagem de medalhas", garante o nadador.

Phelps está inscrito para competir por vagas em sete provas, mas deixou em aberto a possibilidade de surpreender e inscrever-se ainda hoje para mais uma disputa. "Só vou resolver depois de raspar todos os pelos do meu corpo", disse o atleta, mencionando o tradicional ritual final dos nadadores antes de competições importantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.