Brasil goleia Canadá em treino de luxo no handebol masculino

A seleção brasileira masculinade handebol fez um treino de luxo contra a equipe do Canadá, 31X 12, e agora só espera melhorar um pouco a pontaria, sepossível antes do próximo jogo, contra Cuba, para se declararpronta a enfrentar a Argentina, rival anunciada na final damodalidade. Outra boa notícia é que o jogador Bruno Souza, um dos doismelhores do mundo, está quase recuperado de uma lesão e já deveenfrentar os cubanos no próximo jogo. Para o técnico do Brasil, Jordi Ribera Romans, asfinalizações exigem atenção urgente, mesmo com o time ganhando."Jogar bem sem fazer gols faz com que você acabe jogando mal",disse ele na entrevista coletiva após a partida. A explicação do placar largo contra o Canadá é lógica,segundo o técnico espanhol do Brasil. "Tivemos dois fatoresdesequilibrantes. O primeiro foi o preparo físico, poisconseguimos usar os 14 jogadores sem perder rendimento. Osegundo é esse que está ao meu lado", disse, apontando para ogoleiro Maik Ferreira dos Santos, que pegou até pensamento nasegunda etapa. O handebol do Brasil veio ao Pan para ganhar da Argentinana final, mas a equipe já se sente tão confiante que, apesar darivalidade com os vizinhos, prefere não escolher adversário. "O Brasil com certeza vai estar na final. E vamos pegar quemvier, pode ser Argentina, Cuba, Jamaica, Japão...", disse omeia Guilherme, cuja segurança extrapolou até os países quedisputam o Pan-Americano. No próximo jogo, contra os cubanos, o plano é experimentaruma defesa mais alta e mais forte, em um jogo que deve serdecidido no confronto físico e no detalhe tático. A vitória doBrasil, dizem os jogadores, virá da determinação. "Mentalmente,este time está melhor do que nunca", afirmou Guilherme.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.