Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Brasil inicia obras de reforma de laboratório antidoping no Rio

Nesta primeira fase da intervenção, focada na parte da infraestrutura, está previsto o gasto de R$ 13 milhões

TIAGO ROGERO, Agência Estado

18 de fevereiro de 2013 | 12h09

RIO - O ministério do Esporte anunciou que começaram nesta segunda-feira as obras de reforma do Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico, o Ladetec, laboratório da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que vai realizar os exames antidoping nos atletas durante as Copas do Mundo e das Confederações, e também nos Jogos Olímpicos de 2016. Nesta primeira fase da intervenção, focada na parte da infraestrutura, está previsto o gasto de R$ 13 milhões.

Segundo o ministério do Esporte, a parte de compra de equipamentos será executada posteriormente pelo ministério de Ciência e Tecnologia. Por isso, o ministério não soube informar quanto deve ser gasto no total. As obras estão previstas para terminar em maio de 2014, portanto antes da Copa do Mundo, que será disputada entre 12 de junho e 13 de julho do próximo ano. Para a Copa das Confederações, o ministério do Esporte acredita ser suficiente a atual estrutura do Ladetec, que já realiza, por exemplo, os exames antidoping encomendados pela CBF.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participa no Rio da quarta visita oficial da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos de 2016. O encontro termina nesta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.