Brasil já soma três medalhas no Mundial de Menores do Atletismo

Enquanto centenas brasileiros usam o Pan de Toronto, em preparação para a Olimpíada do Rio, no ano que vem, a geração pensa nos Jogos de Tóquio, em 2020, participa do Campeonato Mundial de Menores do Atletismo. E o Brasil está fazendo bonito em Cali (Colômbia). Neste sábado, conquistou sua terceira medalha.

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2015 | 00h49

Luís Fernando Pires ganhou a medalha de bronze nos 800m, com 1min48s61. O brasileiro foi superado apenas por dois quenianos. O campeão foi Willy Kiplimo Tarbei, seguido de Kipyegon Bett.

A primeira medalha do Brasil em Cali havia sido conquistada na quarta-feira à noite, com Derick Silva, que levou a prata nos 100m. Ele é da mesma equipe carioca que formou Vitor Hugo dos Santos, responsável pela única medalha (de prata) do Brasil no Mundial passado, de 2013, nos 200m. No domingo, corre a final dos 200m com o melhor tempo.

Na quinta, o mato-grossense Eberson Matucari Silva saltou 7,76m para ser o terceiro colocado no salto em distância. O cubano Maykel Massó ficou com o ouro, com 8,05m, recorde da competição.

Em Mundiais Juvenis, o Brasil vem de quatro medalhas em Barcelona-2012, sendo uma de ouro, com Thiago Braz. Em Eugene, no ano passado, faturou um ouro e um bronze. Thiago André fez dois quartos lugares e, assim como Thiago, já tem índice para a Olimpíada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.