Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Brasil leva ouro no basquete e conquista 1º título da 'Era Magnano'

Seleção derruba o Canadá por 86 a 71 e fecha a campanha invicta

NATHALIA GARCIA, ENVIADO ESPECIAL A TORONTO, O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2015 | 19h57

A seleção brasileira masculina de basquete não se abalou com os problemas nos bastidores, bateu o anfitrião Canadá na tarde deste sábado e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. O time estava tão à vontade no início do jogo que parecia ser o verdadeiro dono da casa, mas tomou um susto até cravar a vitória por 86 a 71. O armador Rafael Luz comandou a equipe, com sete assistências e sete rebotes. Os pivôs Rafael Hettsheimeir e Augusto Lima terminaram como cestinhas do time no jogo, com 13 pontos cada.

O ouro sacramenta o primeiro título de Rubén Magnano em cinco anos no comando da equipe brasileira. A medalha dos Jogos Pan-Americanos também é a primeira na carreira do treinador, que levou a Argentina ao ouro olímpico em 2004 e esteve à frente da equipe na prata do Campeonato Mundial em 2002.

Além do apoio da torcida, os canadenses tinham a favor deles o peso de três atletas da NBA: Andrew Nicholson, do Orlando Magic, Anthony Bennett, do Minnesota Timberwolves, e Sim Bhullar, do Sacramento Kings. No entanto, esses fatores não foram suficientes diante da superioridade dos brasileiros, que foram ao Pan desfalcados de seus agora oito atletas de NBA, Marcelinho Huertas, Marquinhos e Guilherme Giovannoni.

O time entrou em quadra nervoso e fazia um jogo disputado com os anfitriões no início. Quando o cronômetro marcava 4min45s para o fim do primeiro quarto, passou à frente no placar pela primeira vez e, a partir disso, não parou mais. O Brasil fechou a primeira parcial vencendo por 26 a 13. O time de Magnano voltou mais confiante e passeou em quadra, abrindo 48 a 29 no segundo quarto.

O Canadá tentou correr atrás do prejuízo, aumentou a intensidade e encontrou mais espaço para ir ao ataque. A empolgação do público, que lotava as arquibancadas do Ryerson Athletic Center, foi crescendo gradativamente até o ápice com as belas enterradas de seus jogadores. No terceiro quarto, os brasileiros viram a diferença cair, entretanto, ainda ganhavam por 67 a 54. Os canadenses continuaram a buscar o resultado e assustaram, mas era tarde demais para evitar a derrota.

O Brasil chegou à decisão com 100% de aproveitamento depois de vencer Porto Rico, Venezuela e Estados Unidos na primeira fase e desbancar a República Dominicana na semifinal. Mais cedo, os norte-americanos levaram o bronze com a vitória sobre a República Dominicana por 87 a 82.

Na história dos Jogos Pan-Americanos, o Brasil subiu ao pódio 13 vezes (cinco ouros, duas pratas e seis bronzes). Em Guadalajara, em 2011, a equipe sequer avançou à semi. O próximo compromisso da seleção é a disputa do Pré-Olímpico das Américas, na Cidade do México, entre 31 de agosto e 11 de setembro.

Ainda não se sabe se a competição, uma Copa América, valerá como pré-olímpico para o Brasil. Afinal, a Federação Internacional (Fiba) cobra uma dívida da Confederação Brasileira (CBB). Se o pagamento não for feito a tempo, o País ficará sem convite para a Olimpíada e terá que buscar a vaga em quadra.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanosbasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.