Brasil não terá representantes na próxima fase de etapa chinesa do vôlei de praia

O Brasil não contará com representantes na próxima fase da etapa de Fuzhou, na China, do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. As duplas brasileiras que participavam da disputa foram eliminadas na madrugada desta sexta-feira. Bruno e Hevaldo caíram nas oitavas de final da chave masculina da competição, enquanto Lili e Carolina Horta acabaram superadas na repescagem da chave feminina.

Estadão Conteúdo

24 de abril de 2015 | 12h52

Primeiras a entrar em quadra pelo País nesta sexta, Lili e Carolina iniciaram o dia sendo derrotadas pelas austríacas Barbara Hansel e Stefanie Schwaiger, que venceram por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 13/21, 21/10 e 15/13. O resultado jogou a dupla para a repescagem, fase na qual foi eliminada pelas argentinas Ana Gallay e Georgina Klug, que também ganharam por 2 sets a 1, com 21/15, 20/22 e 15/9.

Entre os homens, por sua vez, Bruno e Hevaldo foram eliminados nas oitavas de final depois de terem terminado a fase de grupos na liderança de sua chave. Eles caíram diante dos franceses Youssef Krou e Edouard Rowlandson, campeões da etapa de Xiamen, também na China, por 2 sets a 0, com 21/19 e 21/18, em apenas 37 minutos.

Vice-campeões do Circuito Brasileiro 2014/2015, Bruno e Hevaldo tiveram como consolo o fato de que somaram mais 240 pontos no ranking do Circuito Mundial, enquanto Lili e Carolina Horta contabilizaram mais 180 na listagem feminina. A próxima etapa do Circuito Mundial será realizada entre 12 e 17 de maio, quando ocorrerá o Open de Lucerna, na Suíça.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaCircuito Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.