Brasil ofusca Japão e França no primeiro dia do judô

O judô brasileiro busca, nos Jogos de Londres, disputar medalha a medalha o posto de melhor seleção do mundo. E, no embate contra França e Japão, saiu na frente. No primeiro dia de competições, neste sábado, os brasileiros faturaram um ouro e um bronze, enquanto os japoneses somaram apenas uma prata. Os franceses, nem isso.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 13h13

Nenhum dos dois favoritos do dia conseguiu o ouro. No masculino até 60kg, Rishod Sobirov chegou a Londres como o judoca que mais pontos fez no ranking olímpico em todas as categorias. Mas perdeu na semifinal para o russo Arsen Galsatyan e acabou com o bronze depois de vencer o francês Sofiane Milous.

O ouro entre os homens ligeiros ficou com o russo, que venceu na final, por ippon após 41 segundos de luta, o japonês Hiroaki Hiraoka, medalhista de prata. Já a outra medalha de bronze é do brasileiro Felipe Kitadai, que venceu na luta decisiva o italiano Elio Verde.

Entre as mulheres, outra surpresa. A japonesa Tomoko Fukumi era a favorita, líder do ranking, mas caiu na semifinal frente à romena Alina Dumitru. E acabou sem medalha, depois de perder também para a húngara Eva Csernoviczki. O outro bronze ficou com a argentina Paula Barreto, que passou pela belga Charline van Snick na disputa pela medalha.

A nova campeã olímpica das ligeiras é Sarah Menezes, que chegou a Londres como terceira do ranking mundial e venceu na decisão a medalhista de ouro em Pequim, a romena Alina Dumitru, vice-campeã.

Líder provisório do quadro de medalhas dos Jogos de Londres, o Brasil vai tentar repetir o bom desempenho no segundo dia do judô, neste domingo, na categoria meio-leve. Leandro Cunha, sexto do ranking mundial, mas quarto cabeça de chave, estreia contra o polonês Pawel Zagrodnik.

Entre as mulheres, a brasileira que luta neste domingo é Erika Miranda. Ela encerrou o ranking olímpico em quarto, mas vai é a terceira cabeça de chave em Londres. Na estreia, pega a sul-coreana Kyung-Ok Kim. Com chave privilegiada, ela só deve enfrentar a japonesa Misato Nakamura em uma eventual semifinal.

Tudo o que sabemos sobre:
judô olimpíadas 2012Olimpíadajudô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.